Pesquisar

Carregando...

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Do cuidado que devemos ter nas relações entre os homens e as mulheres.


“Mas José, seu esposo, sendo justo e não querendo expô-la, quis dispensá-la em segredo”.

(S. Mateus I, 19)


Hoje falaremos do cuidado que devemos ter nas relações entre os homens e as mulheres, entre os rapazes e as moças.

Há duas funções que estão ligadas diretamente à paternidade e, portanto, à masculinidade: providenciar os bens que são necessários e proteger as pessoas que lhe são confiadas.

O papel de proteger a honra das mulheres é um papel que cabe principalmente aos homens. É papel do marido e do pai proteger a dignidade da esposa e das filhas, e de assegurar que suas roupas sejam modestas e que elas tenham um comportamento moderado pela virtude da modéstia. Uma mulher que queira se vestir com modéstia terá dificuldades para fazê-lo se seu marido pouco se importa com isso ou, pior ainda, se ele é contra. Esta preocupação de São José em proteger a honra de Nossa Senhora é um exemplo claro de compreensão do papel que um esposo e um pai deve ter em zelar pela honra de quem lhe foi confiado, não querendo lesar a honra de Nossa Senhora diante dos outros.

Isso se dá também de modo indireto, porque um homem correto se afasta daquilo que ofende a modéstia. Uma moça que sabe que seu noivo é honesto e que quer agradá-lo, veste-se com modéstia, uma vez que a castidade está ligada à modéstia e faz com que os olhos sejam desviados de algo que possa ofender a pureza. Um rapaz virtuoso, se vê na noiva uma falta neste ponto, terminará se afastando dela, pois ele mantem a guarda dos sentidos. Se uma jovem quer ter um noivo e, portanto, um marido que não seja causa de muitas e graves infelicidades para ela e sua família, ela deve zelar pela própria modéstia.

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Graus de Perfeição - São João da Cruz

1. Por nada deste mundo cometer pecado, nem mesmo venial com plena advertência, nem imperfeição conhecida.

2. Procurar andar sempre na presença de Deus, real, imaginária ou unitiva, segundo se coadune com as obras que está fazendo.

3. Nada fazer nem dizer coisa de importância, que Cristo não pudesse fazer ou dizer se estivesse no estado em que me encontro e tivesse a idade e a saúde que eu tenho.

4. Procure em todas as coisas a maior honra e glória de Deus.

5. Por nenhuma ocupação deixar a oração mental que é o sustento da alma.

6. Não omitir o exame de consciência, sob pretexto de ocupações, e, por cada falta cometida, fazer alguma penitência.

7. Ter grande arrependimento por qualquer tempo não aproveitado ou que se lhe escapa sem amar a Deus.

8. Em todas as coisas, altas e baixas, tenha a Deus por fim, pois de outro modo não crescerá em perfeição e mérito.

9. Nunca falte à oração e quando experimentar aridez e dificuldade, por isso mesmo persevere nela, por que Deus quer muitas vezes ver o que há na sua alma e isso não se prova na facilidade e no gosto.

10. Do céu e da terra sempre o mais baixo e o lugar e o ofício mais ínfimo.

11. Nunca se intrometa naquilo de que não te encarregaram, nem discuta sobre alguma coisa, ainda que esteja com a razão. E, no que lhe for ordenado, se lhe derem a unha (como se costuma dizer) não queira tomar também a mão, pois alguns, nisto se enganam, imaginando que têm obrigação de fazer aquilo que, bem examinado, nada os obriga.

12. Das coisas alheias não se ocupe, sejam elas boas ou más, porque além do perigo que há de pecar, essa ocupação é causa de distrações e amesquinha o espírito.

13. Procure sempre confessar-se com profundo conhecimento de sua miséria e com sinceridade cristalina.

14. Ainda que as coisas de sua obrigação e ofício se lhe tornem dificultosas e enfadonhas, nem por isso desanime, porque não há de ser sempre assim, e Deus, que experimenta a alma simulando trabalho no preceito (Cf. Sl 93,20), daí a pouco lhe fará sentir o bem e o lucro.

15. Lembre-se sempre de que tudo quanto passar por si, seja próspero ou adverso, vem de Deus, para que assim nem num se ensoberbeça nem no outro desanime.

16. Recorde-se sempre de que não veio senão para ser santo e assim não consinta que reine em sua alma algo que não leve à santidade.

17. Seja sempre mais amigo de dar prazer aos outros do que a si mesmo e, assim, com relação ao próximo, não terá inveja nem predomínio. Entenda-se, porém, que isso se refere ao que for segundo a perfeição, porque Deus muito se aborrece com os que não antepõem o que lhe agrada ao beneplático dos homens.

Pequenos Tratados Espirituais

sábado, 30 de julho de 2016

[Fotos] Mosteiro Santa Face e Puríssimo Coração de Maria

A pedido de uma seguidora estamos postando as lindas fotos abaixo que são do Mosteiro Santa Face e Puríssimo Coração de Maria. O endereço do mosteiro para quem quiser conhecer está abaixo neste artigo.

sábado, 16 de julho de 2016

Orientações para Boa Educação dos Filhos - Por Santo Afonso Maria de Ligório

 Por Santo Afonso Maria de Ligório


"É obrigação dos pais vigiar também seus filhos; devem sempre saber onde se acham e com quem andam os filhos. De forma alguma pois, se poderá desculpar aqueles mães que, para verem suas filhas em breve casadas, consentem que sejam visitadas a toda hora por seus namorados que pouco se importam que vivam em estado de pecado ou de graça de Deus. Estas são aquelas mães de que fala David, que sacrificam suas filhas ao demônio por proveitos materiais. ´E imolaram ao demônio seus filhos e suas filhas' (Sl 105, 37). Algumas mães introduzem pessoalmente rapazes em suas casas, para que se entretenham com suas filhas, e, finalmente, emaranhados nas redes do pecado, vêem-se obrigados a contrair casamento com elas. Estas mães infelizes não veem que assim se acorrentam ao inferno com outras tantas cadeias quantos sãos os pecados cometidos nestas ocasiões. (...) Os pais são igualmente obrigados a dar bom exemplo a seus filhos. Estes principalmente quando pequenos, imitam tudo o que veem, com a agravante de seguirem mais facilmente o mal, ao qual nos sentimos inclinados por natureza, que o bem, que contraria nossas inclinações perversas. Como poderão os filhos comportar-se irrepreensivelmente se ouvirem seus pais blasfemar a miúdo, falar mal do próximo, injuriá-lo e desejar-lhe mal, prometer vingar-se, conversar sobre coisas indecentes e defender máximas ímpias, como estas: Deus não é tão severo como dizem os padres; ele é indulgente com certos pecados, etc? O que se tornará a filha que ouve sua mãe dizer: 'É preciso deixar-se ver no mundo e não se enclausurar como uma freira em casa? Que bem se pode esperar dos filhos que veem seu pai o dia inteiro sentado na taberna e, depois chegar bêbado a casa, ou então visitar casas suspeitas, confessando-se uma só vez no ano ou só muito raramente? S. Tomás diz que tais pais, de certo modo, obrigam seus filhos a pecar. Este é um sinal de que se origina a perdição de muitas almas, pois os filhos imitam o mau exemplo dos pais e dão, mais tarde, por sua vez, mau exemplo a seus filhos, e desta maneira pais, netos e gerações inteiras perdem-se miseravelmente.

Muitas vezes queixam-se os pais que os filhos são maus, mas como ser poderá colher uvas de espinhos? pergunta o divino salvador. Como poderão os filhos ser bons, se os pais não prestam? Só por milagre.

sexta-feira, 17 de junho de 2016

10 Máximas de Santo Afonso de Ligório

1. É nas doenças que se vê quem tem virtude.

2. Antes perder tudo, que perder a Deus.

3. Perturbar-se com as faltas cometidas não é humildade, mas orgulho.

4. Só somos o que somos diante de Deus.

5. Sempre o demônio anda à caça dos ociosos.

6. Desgraçado de quem ama mais a saúde que a santidade!

7. Os curiosos são sempre dissipados

8. Os santos falam sempre de Deus; sempre dizem mal de si próprios, e sempre bem dos outros.

9. A quem procura ser estimado, estima Deus pouco.

10. Quando se pensa no inferno que se mereceu, sofrem-se com resignação todas as penas.

Fonte: Ad Majorem Dei Gloriam.

sábado, 4 de junho de 2016

A Salvação: Como alcançar?

Estou lendo um livro muito bom chamado "Legítima Interpretação da bíblia" de Lucio Navarro. É um livro que tem como fim desmascarar todas as doutrinas protestantes, que surgiram para atacar o verdadeiro evangelho de Nosso Senhor. Este livro é realmente esplêndido, convido católicos e protestantes a lerem. Basta clicar no link citado acima para adquirir. Como estou lendo, e achei maravilhoso este pequeno trecho, de uma comparação que o autor fez sobre nossa salvação, e meios para alcançá-la, resolvi postar aqui no blog e compartilhar com vocês. Protestantes dizem que obras não salvam (doutrina de Lutero), enquanto que nós católicos cremos que a salvação é dada de graça, entretanto nossa fé produz frutos, pois enquanto estamos na graça santificante, ou seja, unidos com Deus, produzimos frutos e é através do nosso modo de proceder que iremos alcançar (ou não) a salvação. Portanto, como diz São Tiago "a fé sem obras é morta". Mas faço apenas uma breve introdução, pois Lucio Navarro explicará muito melhor que eu a respeito do tema! Espero que gostem. Acompanhem.

sexta-feira, 27 de maio de 2016

[Modelos] Saias no Inverno

 Eis abaixo alguns modelos de saias para o tempo de frio! Espero que ajude algumas moças que possuem certa dificuldade de se vestir com modéstia no inverno. 


A Moda não faz a moral




"Diz ela:
.
É ser prudente seguir a época em que se vive e não querer sobressair. Em caso contrário passa-se por original e, com o pretexto de obedecer à Igreja, o que se consegue é que ela seja malquista.
.
Resposta. – Isso tudo está sendo dito sem raciocínio. Seguir sua época, pertencer ao mundo em que se vive! Todas essas frases encobrem um desejo secreto e, à sua sombra, cometem-se as maiores infâmias. A moda não faz a moral. O êxito não transforma o mal em bem. Segue-se sua época com a condição de seguir, igualmente, a consciência. Pertence-se ao mundo desde que este não perturbe a vida cristã. Existem singularidades que se impõem originalidades que limitam o dever. Sem o que, cada vez mais subjugada, transforma-se a jovem no ser capaz de tudo o que o mundo e a época fazem. E isso é muito grave. Em estilo evangélico, denomina-se a isso “blasfêmia”.
.
Se não existe diferença, na dança, na leitura, no amor, no prazer, na vida íntima, entre uma cristã e uma mundana, mesmo quando essa cristã faz “parte do mundo”, para que então o cristianismo? O paganismo seria suficiente para a humanidade."
.

JOVENS: VOCÊS E A VIDA - 1950.
Pelo Fr. M. A. Bellouard, O. P.

quarta-feira, 27 de abril de 2016

O Modo de governar a Língua - Scupoli

Trecho tirado do livro "O Combate Espiritual" de Lorenzo Scupoli. 

Livro lido por S. Francisco de Sales (Século XV)

"A língua do homem tem grande necessidade de ser controlada e refreada, porque somos muito inclinados a deixá-la correr solta e discorrer sobre o que mais agrada aos nossos sentidos. O falar demais geralmente tem sua raiz na soberba, com a qual, convencidos de saber muito e da superioridade de nossas opiniões, procuramos impô-las aos outros, querendo sempre ter a última palavra, como se fôssemos mestres de quem todos tivessem que aprender.

Não se pode dizer em poucas palavras os danos causados pelo seu excesso. A loquacidade é mãe da preguiça, sinal de ignorância e imaturidade, porta da distração, provedora da mentira e inibidora da devoção e do fervor. O muito falar alimenta as paixões viciosas, o que por sua vez anima cada vez mais a língua a continuar em sua tagarelice indiscreta. Não te alongues em grandes discursos com quem te ouve de má vontade, para não o cansar, e nem tampouco com quem te ouve com prazer, para não exceder os limites da modéstia.

quarta-feira, 6 de abril de 2016

[3] Indicação de Leituras

Aqui iremos indicar alguns bons livros de devoção e vida interior, que muito podem ajudar a crescer espiritualmente!

Já temos dois tópicos com indicações de alguns livros. Para lê-los, acesse AQUI e AQUI

Boas leituras nos ajudam a evitar a tibieza, a rezar melhor e nutrir um profundo amor por Nosso Senhor. 
"Eu quero que todos vocês meus queridos filhos espirituais, combatam com o exemplo, e sem respeito humano uma santa batalha contra a moda indecente. Deus estará com vocês e irá salvá-los." São Pe. Pio de Pietrelcina

Siga-nos via blogger.com

Total de visualizações de página